Oficina da Crônica

fevereiro 10, 2010

COMENTÁRIO ÀS CRÔNICAS

Filed under: 2010.01 workshop — literarea @ 2:35 pm

A crônica Manifesto da Esperança, da aluna Esperança, ao abordar os objetivos do Manifesto Silvestre, perde muito daquilo que se chama crônica, por seu caráter opinativo. Talvez esteja mais para artigo. Se a idéia da autora era fazer uma crônica, não o conseguiu. Inteligente, entretanto, a comparação do Manifesto Silvestre com a Arca de Noé da Literatura, bem como pelo desfecho, o que leva a suspeitar tratar-se de uma advogada ou de quem trabalha em cartório. E mais, tem muito de patriotada. Faltou simplicidade, leveza, aquela sedução pela palavra.
Já as Crônicas “O Craque”, de João Cândido, apresentando um clima de família, foi felicíssima nas abordagens indiretas dos temas do Manifesto. E o hilário Holden, com “Dever de Casa”!? Linguagem que flui saborosa, atual. Até parece que foi o professor Felipe quem escreveu. Aliás, ele parece estar em todas. Charllote M., com “Não me Manifesto”, que também parece ter sido escrita pelo Felipe Pena, mandou maravilhosamente bem, incorporando a jornalista em início de carreira. Cheguei a ver de perto os pés da velha professora. Parece cena de filme.
Em a “A Voz dos Excluídos”, Valverde Canabrava impressiona pela síntese e objetividade. O título “Manifesto Sylvester”, de Joice Almeida Cunha, caiu muito bem, enganchando com o desfecho: Preparar! Apontar! Crônicas!
Fico feliz em participar do grupo.
Só tem fera! Fogo!

Zamen

About these ads

5 Comentários »

  1. Fiquei envaidecida!

    Comentário por Charlotte M, — fevereiro 10, 2010 @ 4:42 pm | Resposta

  2. E eu, excluído!

    Comentário por Jean-Paul da Silva — fevereiro 10, 2010 @ 5:36 pm | Resposta

    • vc e uma indeota sua burrar

      Comentário por neymar — março 17, 2011 @ 6:59 pm | Resposta

  3. Obrigado!

    Comentário por Holden — fevereiro 10, 2010 @ 7:38 pm | Resposta

  4. Zamen, o comentário é pra escrever no espaço “Deixe um comentário”.
    Zamados, dezamados e excluídos, estamos todos aguardando a crônica.
    Ou você achou que ia escapar assim?…

    Comentário por Da Mata — fevereiro 11, 2010 @ 12:55 am | Resposta


Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Theme: Rubric. Get a free blog at WordPress.com

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: